Colocar as finanças em ordem na pandemia

15/5/2021
Colocar as finanças em ordem na pandemia

Quem consegue colocar as finanças em ordem na pandemia? Acabamos muitas vezes gastando muito mais dinheiro do que havíamos previsto. Além disso, muitos brasileiros perderam seus empregos e tiveram que buscar novas fontes de renda.

Por isso, é melhor apertar os cintos, verificar onde está sendo gasto mais do que o necessário, ou mais do que é possível, e rever o planejamento. Aliás, muita gente sequer tem um planejamento. O brasileiro é campeão em atrasar a fatura do cartão de crédito e pagar juros!

Na pandemia muitas pessoas passaram a buscar formas alternativas de ganhar dinheiro e se deram bem. Outras não conseguiram superar o momento de crise e continuam passando por dificuldades. Entretanto, se você conseguir arrumar suas finanças, já será o primeiro passo.

Como colocar as finanças em ordem na pandemia?

Colocar as finanças em ordem na pandemia pode ser um pesadelo para algumas famílias. O Brasil registrou milhões de demissões ao longo de 2020 e a situação ainda não voltou ao normal em 2021. Por isso, é melhor estar preparado.

Acontece que nem todas as pessoas possuem habilidades para lidar com dinheiro. Desse modo, algumas não conseguem economizar, ou sofrem com gastos imprevistos ao longo do mês. Veja nossas dicas para melhorar a sua situação.

1.     Controle financeiro

Você sabe quanto dinheiro entra e quanto sai da sua conta bancária todos os meses? Isso é essencial para qualquer pessoa. Até mesmo milionários podem ir à falência se gastarem muito mais do que arrecadam a cada mês.

É preciso saber qual é o gasto com cartões de crédito e com o pagamento das contas mensais, para avaliar quanto está sobrando (ou faltando). Aliás, essa questão vale para qualquer momento e não apenas para as épocas de crises econômicas.

Colocar as finanças em ordem na pandemia pode ser difícil para alguns, mas se tiver disciplina é possível arrumar a casa. Por isso, faça uma avaliação minuciosa, identificando onde podem ser cortados gastos desnecessários.

2.     Faça uma projeção de renda e despesas

É interessante montar um fluxo de rendas e despesas da sua família, para avaliar os próximos 12 meses. De fato, os profissionais autônomos possuem mais dificuldades com isso, já que um mês pode render bastante e nos 30 dias seguintes haver queda no recebimento.

Some tudo o que deve entrar ao longo do próximo ano e coloque na ponta do lápis, é interessante até mesmo somar a renda familiar. Em seguida, avalie quais serão os gastos previstos, como por exemplo, com conta de luz, internet e outras despesas.

3.     Pague com débitos automáticos

Muita gente esquece de pagar a conta da luz, conta da água... e isso acaba gerando juros. Por mais que sejam valores baixos, são custos extras. Além disso, muitas companhias oferecem descontos para quem adota o débito automático.

Além disso, ligue para essas empresas e tente renegociar os valores. Certamente tem algum serviço que você paga todos os meses e que usa pouco, como a TV a cabo, internet no celular ou mesmo Netflix. Reveja todas as assinaturas e corte aquelas que não estão sendo aproveitadas.

4.     Evite compras parceladas na pandemia

Para colocar as finanças em ordem na pandemia é essencial evitar compras parceladas. O cartão de crédito é o vilão na vida de muita gente, que acaba usando ele como forma de pagamento e na hora que a fatura chega toma um baita susto.

O ideal é fazer pagamentos à vista, na internet existem alguns descontos para quem paga no boleto bancário. Mas, por que eu devo evitar compras parceladas? Porque talvez você não tenha dinheiro o suficiente para pagar essas parcelas nos próximos meses.

Quando estamos fazendo um planejamento financeiro, precisamos ser pessimistas. E neste caso, a hipótese de não ter dinheiro no mês seguinte deve ser considerada. Ainda mais naquelas compras em 24 vezes, que vão ter cobranças até daqui dois anos.

5.     Faça ajustes no orçamento

Muita gente perdeu o emprego e outros tiveram reduções nos salários durante a pandemia de Covid-19. Se isso aconteceu, é essencial rever todos os gastos. Analise o que entra e sai das contas bancárias em seu nome. Assim, verifique quais trocas podem ser feitas, sem prejudicar a sua qualidade de vida.

Alguns gastos foram reduzidos durante a pandemia, como as idas ao cinema, barzinhos e aquele tradicional café. Contudo, a situação vai voltar ao normal daqui alguns meses e estes gastos devem ser revistos. Não adianta apertar os cintos agora e depois voltar a gastar como antes.

6.     Antecipe pagamentos

Uma forma de evitar problemas durante a pandemia é antecipar pagamentos. Está com algum dinheiro sobrando? Então, talvez a melhor ideia seja pagar as contas com antecedência.

Por exemplo, se você comprou um carro às prestações e paga juros todos os meses, mas está com grana em mãos, é melhor negociar o seu débito. Faça isso, porque assim evitará o pagamento de juros.

Os empreendedores também podem aproveitar essa dica. Em suma, é algo conhecido como voucher, onde os clientes pagam antes para usar o serviço depois. Assim, pagam menos e o empresário recebe o dinheiro para tocar seu negócio.

Aproveite nossas dicas para colocar as finanças em ordem!

O que você achou das nossas dicas para colocar as finanças em ordem? Siga cada uma delas e certamente será possível fazer sobrar dinheiro no fim do mês. Pare de gastar recursos com coisas desnecessárias e faça o seu salário durar até o fim do mês.

Sabemos que cada pessoa vive em uma situação e não dá para generalizar. Mas, a maioria conseguiria viver tranquilamente com menos do que possui atualmente. Basta ter essa consciência e mudar a forma de consumir.

Se você acha difícil agora, saiba que mudar a sua postura é algo que fará total diferença no futuro. Essa é uma possibilidade de ter muito mais sucesso nos próximos anos. Então, revise todos os seus gastos e mantenha somente o que for essencial.



Gostou do conteúdo?

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão todos os nossos conteúdos e novidades.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Você também vai querer ler: